Orientação Nutricional para Hiperuricemia – GOTA

Orientação Nutricional para Hiperuricemia – GOTA

Em pacientes com hiperuricemia ou gota, a restrição de purinas dietéticas deve se limitar às purinas de origem animal (carnes, miúdos, embutidos e frutos do mar), mas não às de origem vegetal. Convém enfatizar que vegetais ricos em purinas são excelentes fontes de proteínas, fibras, vitaminas e minerais, sendo essenciais a uma alimentação adequada e o consumo de laticínios com baixo teor de gordura deve ser estimulado.

orientação nutricional para pacientes com hiperuricemiaO risco de gota é significativamente maior em indivíduos com índice de massa corporal (IMC) maior ou igual a 25. Uma dieta típica contém cerca de 600 a 1000 mg de purina diária. Tradicionalmente, em casos de gota grave ou avançada, o conteúdo de purina da dieta no dia-a-dia deve ser restrito a aproximadamente 100-150 mg/dia.

Dessa forma, durante as crises ou quando os valores de ácido úrico estiverem muito elevados:

  1. Não consuma os alimentos com conteúdo elevado de purina (veja tabela abaixo);
  2. Consuma de forma moderada os alimentos de origem animal com conteúdo moderado de purina. No máximo 100g por dia;
  3. Alimentos de origem vegetal estão liberados, mesmo com conteúdo moderado de purinas;
  4. Pratique atividade física;
  5. Tome bastante água;
  6. Ingira leite e derivados com baixo teor de gordura.
Conteúdo de purina nos alimentos
Alimentos com um conteúdo elevado de
purinas (100- 1.000mg de nitrogênio
purínico por 100g de alimento)
Condimentos como caldos de carne e de galinha, extrato de
carne, molhos à base de carne, vísceras (coração, rim e
fígado), miolos, moela, presunto (embutidos), arenque,
anchovas, mexilhão, sardinha, manjuba, cavala, ovas de
peixe e levedura de cerveja.
Alimentos com um conteúdo moderado de
purinas (9-100 mg de nitrogênio purínico
por 100g de alimento)
Carnes e pescados, mariscos, verduras, aspargos, feijão,
lentilha, ervilha, grão de bico, favas, cogumelo e
champignon, espinafre e couve-flor.
Alimentos com um conteúdo insignificante
de purinas
Cereais, pão branco, biscoitos doces ou salgados, pastel,
frutas (frescas ou secas), verduras (exceto as citadas
acima), hortaliças, azeitona, leite e derivados, ovos,
chocolate, café, chá, azeite, óleos, margarina, manteiga,
refrigerante, conservas, sal, açúcar, edulcorantes e vinagre.

Fontes:

  • Martins et al. Estratégias para Intervenção Nutricional na Hiperuricémia e Gota. REVISTA NUTRÍCIAS 19: 28-31, APN, 2014;
  • MADURO, Isolda P.N.N. et al . Hiperuricemia em obesas sob dieta altamente restritiva. Arq Bras Endocrinol Metab, São Paulo , v. 47, n. 3, p. 266-270, June 2003 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?Script=sci_arttext&pid=S0004-27302003000300011&lng=en&nrm=iso>. Access on 10 June 2020. Https://doi.org/10.1590/S0004-27302003000300011;
  • Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo v. 1, n. 1, p. 64-71, Jan/Fev, 2007. ISSN 1981-9919.

Leia Mais



Olá!

Gostaria de receber uma ligação?